Carlos Alberto de Moura Ribeiro Zeron ; RUIZ, Rafael . A força do costume, de acordo com a “Apologia pro Paulistis” (1684). In: ALMEIDA, Marta de; VERGARA, Moema de Rezende. (Org.). Ciência, história e historiografia. São Paulo-Rio de Janeiro: Via Lettera-MAST, 2008, v. , p. 359-376.
Carlos Alberto de Moura Ribeiro Zeron ; RUIZ, Rafael . La fuerza de la costumbre en la Capitanía de São Paulo, de acuerdo con la “Apologia pro Paulistis” (1684). In: CHINCHILLA, Perla; ROMANO, Antonella. (Org.). Escrituras de la Modernidad. Los jesuitas entre cultura retórica y cultura científica. Ciudad de México-Paris: Universidad Iberoamericana- L´Ecole des Hautes Etudes en sciences sociales, 2008, v. , p. 275-304.
CARRERA, H. C. Conversão e Disciplinamento no Bispado de Quito (1663-1668). 2018 (Trabalho de conclusão de curso de graduação).
CARRERA, H. C.. Teologia moral e justiça na obra de Hermann Busenbaum. TEMPORALIDADES, v. 9, p. 248-273, 2017.
FERREIRA, J. C. A. T.. A chave teológico-jurídica sobre pregação pacífica e os repartimientos na Nova Espanha do século XVII segundo as memórias do Frei Juan Silva. REVISTA ELETRÔNICA DISCENTE HISTÓRIA.COM, v. 6, p. 3-24, 2019.
FERREIRA, JULIO CESAR AQUINO TELES. O fazer História pela memória na Península Ibérica dos séculos V e VI. REVISTA EPÍGRAFE, v. 10, p. 569-582, 2021.
FERREIRA, JULIO CESAR AQUINO TELES. A TRADIÇÃO TEOLÓGICO-JURÍDICA NA PREGAÇÃO PACÍFICA E NOS REPARTIMIENTOS DA NOVA ESPANHA NO SÉCULO XVII SEGUNDO AS MEMÓRIAS DO FREI JUAN SILVA. In: X Congresso Brasileiro de História do Direito, 2018, São Paulo. Anais do X Congresso Brasileiro de História do Direito, 2018. p. 384-392.
FERREIRA, JULIO CESAR AQUINO TELES. Rodrigo de Arriaga, as leis e sua interpretação: a cultura jurídica católica ibérica da Primeira Modernidade. 2020 (Trabalho de conclusão de curso de graduação).
GALLIAN, D. M. C. ; RUIZ, Rafael . O Bem, o Mal é tudo igual? O drama das palavras e paixões em Macbeth de Shakespeare. Memorandum (Belo Horizonte), v. 23, p. 198-209, 2012.
GALLIAN, D. M. C. ; RUIZ, Rafael ; PONDE, L. F. C. E. S. . Humanização, humanismos e humanidades: Problematizando conceitos e práticas no contexto da saúde no Brasil. Revista Internacional de Humanidades Médicas, v. 1, p. 5-16, 2012.
Janice Theodoro ; RUIZ, Rafael . A Carta Atenagórica: Sóror Juana Inés de la Cruz e os caminhos de uma reflexão teológica. Tempo Brasileiro, v. 163, p. 163-184, 2005.
NEMI, A. L. L. (Org.) ; RUIZ, Rafael (Org.) . História e Arte no mundo ibérico. 184. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2011.
NEMI, A. L. L. (Org.) ; RUIZ, Rafael (Org.) . Sonho e Razão no Mundo ibérico. 174. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2008. 170p .
NEMI, A. L. L. (Org.) ; RUIZ, Rafael (Org.) ; ABREU, M. M. (Org.) ; Mauro Rovai (Org.) . Norma e Experiência no Mundo Ibérico. 199. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2014. v. 1. 206p .
NEMI, A. L. L. (Org.) ; RUIZ, Rafael (Org.) ; Mauro Rovai (Org.) ; ABREU, M. M. (Org.) . Modernidades e Enfrentamentos no Mundo Ibérico. 196. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2014. v. 1. 186p .
RUIZ, Rafael. A cisão da ética e da política no contexto social da Modernidade. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 154, p. 17-50, 2003.
RUIZ, Rafael. A encruzilhada: vingar ou esquecer (sobre totalitarismos e guerras). Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 158, p. 197-203, 2004.
RUIZ, Rafael. A interpretação das leis reais: ambigüidade e prudência no poder das autoridades locais na América do século XVII. CLIO. Série História do Nordeste (UFPE), v. 2009, p. 178-202, 2009.
RUIZ, Rafael. A TEOLOGIA COMO CHAVE DE LEITURA DOS PROCESSOS JUDICIAIS NA AMÉRICA ESPANHOLA. In: ALVEAL, C. e DIAS, Th.. (Org.). Espaços Coloniais: domínios, poderes e representações. São Paulo, Alameda. 1ed.São Paulo: ALAMEDA, 2019, v. 1, p. 315-354.
RUIZ, Rafael. Alienação e Intolerância. Um diagnóstico sobre os tempos modernos. 1. ed. São Paulo: Cultor de Livros, 2018. 152p.
RUIZ, Rafael. Argumentos retóricos y elementos de prueba en procesos criminales de la Real Audiencia de Lima a finales del siglo XVIII. revista digital UAndes, v. 04, p. 1-30, 2020.
RUIZ, Rafael. Colonos e jesuítas no Planalto. A força dos usos e costumes na vila de São Paulo. In: Ana Maria de Almeida Camargo. (Org.). São Paulo, uma longa história. São Paulo: CIEE, 2004, v. , p. 13-38.
RUIZ, Rafael. Colonos e jesuítas no Planalto. In: Curso de História de São Paulo, 2003, São Paulo. São Paulo, uma longa história. São Paulo: CIEE, 2003. p. 13-38.
RUIZ, Rafael. Direito e História: O esquecimento do conceito de Justiça.. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 135, p. 143-154, 1998.
RUIZ, Rafael. Duas percepções da Justiça nas Américas: prudencialismo e legalismo. In: VIII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2008, Vitória. Anais do VIII Enconro Internacional da ANPHLAC, 2008.
RUIZ, Rafael. El modelo jesuítico frente a las experiencias producidas por la práctica de la catequesis. Revista de Indias, Madrid, v. 232, 2004.
RUIZ, Rafael. Fato e Direito nos juristas do século XVII. In: V Colóquio internacional Tradição e Modernidade no mundo ibero-americano, 2008, Rio de Janeiro. Atas do V Colóquio Internacional Tradição e Modernidade no mundo ibero-americano. Rio de Janeiro, 2008.
RUIZ, Rafael. Formação da consciência do juiz no Vice-reinado do Peru. Revista de Historia (USP), v. 171, p. 317-350, 2014.
RUIZ, Rafael. Francisco de Vitória e o direito dos índios americanos. Porto Alegre: Edipucrs, 2002. v. 1. 222p
RUIZ, Rafael. Direito Canônico e Teologia Moral: em torno a uma outra historiografa para a História da América. In: Menezes, Jeannie. (Org.). A práxis judicial em tempos coloniais: construções teóricas e práticas de poder eautoridade nas dinâmicas da justiça nos mundos americanos (sécs XVI-XIX). 919ed.Recife: UFRPE, 2019, v. 1, p. 3-99.
RUIZ, Rafael. Hamlet, um personagem dividido entre dois mundos. História Viva (São Paulo), v. IX, p. 76, 2012.
RUIZ, Rafael. Hermenêutica e justiça na América do século XVII. In: XXVI Simpósio Nacional de História- ANPUH, 2011, São Paulo. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História, 2011.
RUIZ, Rafael. História e Direito: o esquecimento do conceito de Justiça. In: História: Memória e Esquecimento, 1999, São Paulo. Memória e Esquecimento. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1999. v. 135. p. 143-160.
RUIZ, Rafael. La ley para el juez o el juez para la ley: la trayectoria del papel del juez en la construcción del Estado moderno. In: El nacimiento de la libertad en la Península ibérica y Latinoamérica, 2011, San Fernando. Actas del XVI Congreso internacional de AHILA, 2011.
RUIZ, Rafael. La politica legislativa con relación a los indígenas en la región sur del Brasil durante la Unión de las coronas. Revista de Indias, Madrid, v. 62, n.224, p. 17-40, 2002.
RUIZ, Rafael. La Teología moral y el Probabilismo jurídico en la América española de la temprana modernidad. In: Terráneo, Sebastián; Moutin, Osvaldo. (Org.). III Jornadas de Estudio del Derecho canónico indiano. 1ed.Junín: De las Tres Lagunas, 2017, v. 1, p. 1-124.
RUIZ, Rafael. Maquiavel; De Aristóteles à tradição moderna. Edição Especial História Viva, v. 1, p. 65-67-67, 2010.
RUIZ, Rafael. Memória da Delação. In: Leandro Karnal; José Alves de Freitas Neto. (Org.). A Escrita da Memória. Interpretações e análises documentais. São Paulo: Instituto Cultural Banco Santos, 2004, v. , p. 254-289.
RUIZ, Rafael. Mulheres pedindo justiça: Processos criminais no Vice-Reinado do Prata (séc. XVIII). CLIO (RECIFE), v. 35, p. 7-30, 2017.
RUIZ, Rafael. Norma e Excesso na Europa e na América. Tempo Brasileiro, v. 169, p. 145-158, 2007.
RUIZ, Rafael. Novas formas de abordar o ensino de História. História na Sala de Aula. Conceitos, práticas e propostas.. São Paulo: Contexto, 2002, v. , p. 75-91.
RUIZ, Rafael. O “Quixote” de Cervantes: crítico ou profeta da Modernidade. Tempo Brasileiro, v. 174, p. 141-161, 2008.
RUIZ, Rafael. O arbítrio dos juízes como exercício da prudência nos processos criminais do Vice-Reinado do Prata. REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ, v. 62, 2, p. 131-148, 2017.
RUIZ, Rafael. O Espelho da América. De Thomas More a Jorge Luis Borges. Santa Catarina: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina, 2011.
RUIZ, Rafael. O Novo e o Velho Mundo: da utopia à realidade. História Social (Campinas), Campinas, v. 8/9, p. 55-70, 2002.
RUIZ, Rafael. O papel da consciência como forma de negociação dos poderes locais na América. In: IV Congresso internacional de História, 2009, Maringá. Anais. Textos completos do IV Congresso Internacional de História, 2009.
RUIZ, Rafael. O papel estratégico de São Paulo e o seu cotidiano. In: SENAC. (Org.). História de São Paulo 450 anos. São Paulo: SENAC, 2004, v. , p. -.
RUIZ, Rafael. O sal da consciência: Probabilismo e Justiça no Mundo Ibérico. 1. ed. São Paulo: Instituto Brasileiro de Filosofia e Ciência Raimundo Lúlio, 2015. 160p .
RUIZ, Rafael. Os espaços da ambiguidade: os poderes locais e a justiça na América espanhola do século XVII. Revista de História (USP), v. 163, p. 81-101, 2010.
RUIZ, Rafael. Os primeiros documentos jurídicos sobre o trabalho indígena no Brasil.. Revista dos Tribunais (São Paulo), São Paulo, v. 2, p. 17-29, 2000.
RUIZ, Rafael. Probabilismo e Teologia moral na prática judiciária na América espanhola do século XVII. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais , v. vol.4, p. 7-25, 2012.
RUIZ, Rafael. Sâo Paulo na Monarquia Hispänica. Sâo Paulo: Instituto Brasileiro de Filosofia e Ciëncia Raimundo Lulio, 2004. v. 1. 224p .
RUIZ, Rafael. The spanish-dutch war and the policy of Spanish Crown toward the town of São Paulo. ITINERARIO, Leiden, v. 26, n.1, p. 107-125, 2002.
RUIZ, Rafael. Unamuno: ética e política na crise do Império espanhol. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 154, p. 211-232, 2004.
RUIZ, Rafael. Utopia, o grande sonho da Modernidade. História Viva (São Paulo), v. IX, p. 76, 2012.
RUIZ, Rafael; HUIDOBRO, J. G. . CASOS DE DOBLE RECURSO A LA EQUIDAD EN ALGUNAS SENTENCIAS ARGENTINAS DE FINES DEL SIGLO XVIII. Revista de Derecho, Ciencias Sociales y Políticas, v. 24, p. 76-94, 2018.
RUIZ, Rafael; HUIDOBRO, J. G. . Dupla equidade em sentenças do Vice-Reinado do Prata no final do século XVIII. REVISTA DIREITO E PRÁXIS, v. 8, n.2, p. 1203-1223, 2017.
RUIZ, Rafael; Janice Theodoro . La Carta Atenagórica: Sor Juana Inés y los caminos de una reflexión teológica. Estudios de Historia Novohispana, v. 29, p. 77-95, 2005.
RUIZ, Rafael; Janice Theodoro . São Paulo de vila a cidade: a fundação, o poder público e a vida política. História de São Paulo. São Paulo: Paz e Terra, 2005, v. , p. -.
RUIZ, Rafael; Janice Theodoro . Trocas, cotidiano e autonomia na cidade colonial. In: Candido Malta Campos; Lúcia Helena Gama; Vladimir Sacchetta. (Org.). São Paulo, Metrópole em trânsito. Percursos urbanos e culturais. São Paulo: Senac editora, 2004, v. , p. 22-27.
SILVA, B. R. . O impacto do Probabilismo e do casuísmo na prática da Confissão no século XVI: convencimento, persuasão e autodisciplina. REVISTA DE HISTÓRIA (SALVADOR), v. 8, p. 1-16-16, 2020.
SILVA, B. R.. amor e justiça no tratado de Direito Natural de Tomás Antonio Gonzaga. TEMPORALIDADES, v. 10, p. 233-251, 2018.
SILVA, B. R.. Um olhar sobre a confissão moderna: confissão pessoal, corrigir e não castigar. TEMPORALIDADES, 2022.
VESPA, Alessandra. Mujer, familia y sociedad: un retrato de las mujeres en Buenos Aires del siglo XVIII a partir de procesos juridicos. 2020. (Trabalho de conclusão de curso de graduação).
VIOLANTE, M. C. R. A formação da consciência dos juízes: um estudo a partir das obras de Domingo de Soto, Francisco Bermúdez de Pedraza e Juan Machado de Chaves (séculos XVI e XVII). 2016 (Dissertação de mestrado).
VIOLANTE, M. C. R. O Casuísmo na obra Política Indiana de Juan de Solórzano. 2013 (Trabalho de conclusão de curso de graduação).
VIOLANTE, M. C. R.. A formação da consciência dos juízes: um estudo sobre a importância da teologia moral para a prática da justiça na América hispânica do século XVII. In: XXVIII Simpósio Nacional de História, 2015, Florianópolis. XXVIII Simpósio Nacional de História. Lugares dos historiadores: Velhos e novos desafios. Florianópolis: ANPUH, 2015. p. 1-16.
VIOLANTE, M. C. R.. A Real Audiência da Prata e os fundamentos da justiça na América no século XVII. TEMPORALIDADES, v. 5, p. 61-74, 2013
VIOLANTE, MARIÂNGELA CÉLIA RAMOS. O papel da teologia moral na formação da consciência dos juízes na América do século XVII * The formative role of moral theology in the judges’ conscience in seventeenth-century America. História e Cultura , v. 5, p. 322-346, 2016.